Micropigmentação

A micropigmentação estética e paramédica, foi criada para realçar os traços, corrigir falhas e imperfeições.

A técnica consiste no depósito de pigmentos (específicos para cada área a ser pigmentada) na camada epidérmica da pele com o auxílio de um dermógrafo, agulhas apropriadas e pigmentos elaborados com alta tecnologia, sendo facilmente assimilados pela pele.

A micropigmentação pode durar muitos anos, porém, devido à renovação celular constante, é preciso refazer a técnica após 2 anos em média.


Conheça alguns dos tipos de micropigmentação existentes:

• Sobrancelha fio a fio

Uma das técnicas mais procuradas, cujo trabalho imita pelinhos na espessura e na cor dos originais, isto resulta numa sobrancelha fantástica e com um aspecto totalmente natural. Feita exatamente para cada tipo de rosto e estilo pessoal.


• Delineador e contorno dos olhos

O pigmento é introduzido na linha rente aos cílios superiores e inferiores, permitindo cílios mais volumosos e olhos contornados.


• Contorno e preenchimento labial

Proporciona o aperfeiçoamento do traço labial, corrigindo seu formato, aumentando o contorno e proporcionando coloração e volume.


• Capilar

A micropigmentação capilar é a resposta imediata, segura e garantida para reverter a aparência envelhecida causada pela calvície, sendo usada também em problemas menores como falhas capilares pequenas ou cicatrizes do couro cabeludo.

• Estrias
Já as estrias são em uma primeira fase estimuladas e na segunda fase camufladas por meio de um pigmento no local com um tom neutralizante, que elimina a cor branca, disfarçando totalmente a cicatriz.


• Paramédica

A micropigmentação paramédica é capaz de disfarçar e camuflar cicatrizes, manchas na pele, vitiligo, queimaduras e até mesmo reconstruir o complexo aréolo-mamilar. O último caso é geralmente procurado por mulheres que, devido ao câncer de mama, perderam sua aréola e mamilo.